O que você achou desta postagem?

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Um Feliz Ano Novo bom pra caralho


UM FELIZ ANO NOVO BOM PRA CARALHO


Não és Bom, nem és Mau
Olavo Bilac, in "Poesias"

Não és bom, nem és mau: és triste e humano...
Vives ansiando, em maldições e preces,
Como se a arder no coração tivesses
O tumulto e o clamor de um largo oceano.

Pobre, no bem como no mal padeces;
E rolando num vórtice insano,
Oscilas entre a crença e o desengano,
Entre esperanças e desinteresses.

Capaz de horrores e de ações sublimes,
Não ficas com as virtudes satisfeito,
Nem te arrependes, infeliz, dos crimes:

E no perpétuo ideal que te devora,
Residem juntamente no teu peito
Um demônio que ruge e um deus que chora.





Cock #1
Caralho 1    Caralho 1   Caralho 1



No antigo Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras. Jacques-Bénigne Bossuet (1627 - 1704).



Cock #2
Caralho 2    Caralho 2   Caralho 2




Desordem
Banda Titãs (do álbum JESUS NÃO TEM DENTES NO PAÍS DOS BANGUELAS de 1987)

Os presos fogem do presídio,
Imagens na televisão
Mais uma briga de torcidas,
Acaba tudo em confusão

A multidão enfurecida,
Queimou os carros da polícia
Quando estão fora de controle,
Não são as regras exceção

Não é tentar o suicídio
Querer andar na contramão
Quem quer manter a ordem?
Quem quer criar desordem?

Não sei se existe uma justiça,
Nem quando é pelas próprias mãos
Nas invasões, nos linchamentos
Como não ver contradição?

Não sei se tudo vai arder
Igual a um líquido inflamável,
O que mais pode acontecer
Neste país rico e no entanto miserável

Em que pese isso sempre há, graças a Deus
Quem acredite no futuro
Quem quer manter a ordem?
Quem quer criar desordem?

É seu dever manter a ordem,
É seu dever de cidadão,
Mas o que é criar desordem,
Quem é que diz o que é ou não?

São sempre os mesmos governantes,
Os mesmos que lucraram antes,
Põem a esperança lado a lado
As filas de desempregados

Que tudo tem que virar óleo
Pra por na máquina do estado.
Quem quer manter a ordem?
Quem quer criar desordem?




Cock #3
Caralho 3    Caralho 3   Caralho 3



A Teoria das Janelas Quebradas

Em 1969 o professor Philip Zimbardo da Universidade de Stanford (EUA), realizou uma pesquisa de psicologia social. Deixou dois carros de polícia idênticos, da mesma marca, modelo e cor, abandonados na rua. Um dos carros foi deixado numa rua do Bronx, zona pobre e conflituosa de Nova York e o outro em Palo Alto, zona rica e tranquila da Califórnia. Dois carros de polícia abandonados em dois bairros com populações muito diferentes e uma equipe de especialistas em Psicologia Social querendo saber quais seriam as condutas das pessoas em cada local.



Cock #4
Caralho 4    Caralho 4   Caralho 4



Resultado: a viatura de polícia abandonada no Bronx começou a ser vandalizado em poucas horas. Os vidros foram quebrados, roubaram as rodas, motor, espelhos, rádio e outras partes. Levaram tudo o que fosse aproveitável e aquilo que não puderam levar, destruíram. Já a viatura abandonada em Palo Alto manteve-se intacta. A experiência não terminou aí. Quando o carro abandonado no Bronx já estava desfeito e o de Palo Alto estava há uma semana impecável, os pesquisadores quebraram um vidro do automóvel de Palo Alto.



Cock #5
Caralho 5    Caralho 5   Caralho 5



Resultado: logo a seguir foi desencadeado o mesmo processo ocorrido no Bronx, com roubo, violência e vandalismo. O veículo foi deixado na mesma situação do bairro pobre. Por que o vidro quebrado na viatura abandonada num bairro supostamente seguro foi capaz de desencadear todo um processo criminoso? Não foi devido à pobreza e sim algo que tem a ver com a psicologia humana e com as relações sociais.



Cock #6
Caralho 6    Caralho 6   Caralho 6



Um vidro quebrado numa viatura abandonada transmite uma ideia de deterioração, de desinteresse, de despreocupação, quebrando os códigos de convivência e demonstrando que a lei encontra-se ausente, que naquele lugar não existem normas ou regras, como um vale tudo. Cada novo ataque depredador reafirma e multiplica essa ideia, até que a escalada de atos cada vez piores torna-se incontrolável, desembocando numa violência irracional.



Cock #7
Caralho 7    Caralho 7   Caralho 7



É comum atribuir à pobreza as causas da delinquência e da criminalidade, é assim que afirmam e fazem coincidir as posições ideológicas mais conservadoras tanto de direita quanto as de esquerda. Entretanto, o experimento em questão revelou que não se trata de pobreza, a pobreza não explica toda violência e vandalismo, mas sim que a violência e o vandalismo tem explicação muito além de posse ou não posse de bens materiais.



Cock #8
Caralho 8    Caralho 8   Caralho 8



A experiência de campo feita com as viaturas policiais revelou facetas do comportamento humano que foram enunciadas na "Teoria das Janelas Quebradas" por James Wilson e George L. Kelling. Segundo essa teoria o crime tende a ocorrer em regiões deterioradas e sujas. A violência acontece mais em locais onde há descuido, sujeira, desordem e maltrato são maiores. Se por alguma razão o vidro de uma janela de um edifício quebra e ninguém o repara, muito rapidamente os demais vidros tenderão a serem quebrados. Se uma comunidade exibe sinais de deterioração, e esse fato parece não importar a ninguém, isso fatalmente será fator de geração de delitos.



Cock #9
Caralho 9    Caralho 9   Caralho 9



A teoria procura explicar como a desordem e a criminalidade poderiam, aos poucos, infiltrar-se na comunidade, causando a sua decadência e a consequente queda da qualidade de vida a partir de uma situação de omissão e abandono do ambiente. Se uma janela quebrada não fosse reparada ou uma calçada não fosse limpa, por exemplo, quem por ali passasse e se deparasse com a cena logo iria concluir que ninguém se importava com a situação e que naquele lugar não havia autoridade responsável pela manutenção da ordem.



Cock #10
Caralho 10    Caralho 10   Caralho 10



Vidros quebrados e calçada suja são exemplos até que considerados inocentes, mas você poderia imaginar que o desenrolar da decadência poderia vir da quebra de regrinhas básicas como furar a fila no cinema, estacionar em local proibido, exceder velocidade ou estacionar sobre a faixa de pedestres? Toda vez que nos permitimos considerar que ações como essas são "normais" e não somos punidos, tenderemos a praticar delitos cada vez mais graves.



Cock #11
Caralho 11    Caralho 11   Caralho 11



Pequenas faltas que todos nós cometemos tão despreocupadamente vão rompendo os códigos de convivência codificados na forma de lei, de normas, de regras. Cada novo ataque que fazemos à ordem vigente vamos reafirmando e multiplicando a ideia que que "vale tudo" e desencadeamos nós mesmos a escalada de atos cada vez piores que desembocam a sociedade em um estado de desrespeito e de violência. Sim, porque ficou demonstrando pelos estudiosos que ante o descuido e a desordem crescem muitos males sociais e se degenera o entorno.



Cock #12
Caralho 12    Caralho 12   Caralho 12



Essa pode ser uma hipótese da decomposição da sociedade: a falta de apego aos valores universais, a falta de respeito da sociedade entre si, e com as autoridades (extorsão e suborno) e vice-versa, a corrupção em todos os níveis, a falta de educação e formação de cultura de gentileza urbana. Parece generalizado e normal que nós tenhamos comportamentos de uma completa falta de noção de que estamos quebrando janelas e pior, que nós não temos a menor intenção de consertá-las. Por exemplo, jogar o resto do cigarro ou o chiclete velho ou o papel da bala na rua, que mal há nisso e porque teríamos que mudar esse hábito? Cada uma das pessoas que passa na rua isoladamente pensam e agem assim e com o passar de algum tempo a rua fica toda prejudicada...



Cock #13
Caralho 13    Caralho 13   Caralho 13



A deterioração da paisagem urbana é tida como ausência dos poderes públicos mas isso é parcialmente verdade, como moradores da cidade cada um de nós tem a sua cota de responsabilidade. A presença de lixo nas ruas, tal como foi dito o caso de cigarro, chicletes e papel de bala induz ao vandalismo e aos pequenos crimes. Não foi a autoridade que jogou na rua o cigarro, chicletes e papel de bala, fomos nós. A mensagem que quero deixar é clara: desordem e sujeira nas ruas fazem progredir o número de pessoas que praticam violência.



Cock #14
Caralho 14    Caralho 14   Caralho 14



Se você tem um carro com som barulhento você estará estimulando outros a terem um carro também barulhento e depois outros e outros, de modo que em pouco tempo ninguém se incomodará com tanto barulho. Se você em casa joga roupas pelo chão ou deixa resíduos de cabelos no ralo do banheiro em algum tempo outros na casa não se incomodarão mais. No trabalho, se você tem alguma coisa pra resolver e não resolve, os problemas irão se acumulando. Tudo isso com o tempo vai aumentando e aumentando e por serem muitas coisas erradas que ficamos acostumados a elas, já não temos mais vontade nem meios de arrumá-las.



Cock #15
Caralho 15    Caralho 15   Caralho 15



Se você evita dar solução a uma sua " janela quebrada", essa única e pequena "janela quebrada" o induzirá a quebrar outra amanhã, e com o tempo isso não fará qualquer diferença pra você. A Teoria da Janela Quebrada está presente em muitas situações, inclusive na vida de pessoas, que empurram a vida com a barriga ou deixam de resolver coisas importantes, permitindo que várias pequenas janelas sejam constantemente quebradas e, sem perceber, com o passar do tempo, dado o acúmulo de problemas e situações não resolvidas, simplesmente abandonam suas próprias vidas, deixando de viver para simplesmente sobreviver.



Cock #16
Caralho 16    Caralho 16   Caralho 16



Essa é uma teoria interessante que pode ser comprovada em nossa vida diária, você não acha? Será que você já notou que uma pequena atitude negativa sua produziu um estrago na sua vida, na vida de quem está próximo e até mesmo na vida de pessoas que você nem conhece? Não sei se você assistiu ao filme BABEL no qual mostra que atos pequenos e havidos como sem condições de causar maiores consequências produzem efeitos na vida de outras pessoas, pessoas estas que são desconhecidas e que estão a milhares de quilômetros?



Cock #17
Caralho 17    Caralho 17   Caralho 17



O fato é que nós todos somos altamente sensíveis ao ambiente e somos influenciados pela sua realidade, de modo que se vivemos em um ambiente onde delitos são punidos, independente da sua magnitude, então passamos a considerar como sendo melhor a alternativa de agirmos corretamente. Se em um ponto de corte no qual colocamos toda a nossa sensibilidade e nossa razão nos orientar e pararmos de cometes esses "delitos menores", e até com os maiores, estaremos protegendo a nós mesmos e a nossa família e amigos e a todas as demais pessoas, conhecidas e desconhecidas. E aliviaremos a nossa consciência do peso da nossa parcela de culpa pelas desgraças que há no mundo, que achamos que não temos nada com isso, mas na verdade não é bem assim.



Cock #18
Caralho 18    Caralho 18   Caralho 18



Cock #19
Caralho 19    Caralho 19   Caralho 19



Cock #20
Caralho 20    Caralho 20   Caralho 20



x

Um comentário:

  1. Nossa cada caralho lindo e gostoso ... aquele caralho 8 nossa que delicia ja imagino ele todinho na minha boca e depois no meu cusinho

    ResponderExcluir