O que você achou desta postagem?

sábado, 16 de novembro de 2013

Inesquecível cú

INESQUECÍVEL CÚ


30 imagens de cú para você! Me sinto com vontade de falar sobre perversão com o que se sabe disso a partir de Jacques Lacan. Se você não acha que vale a pena ler sobre perversão então aproveite as fotos (não tem nenhum vídeo, desculpe). Perversão é tudo o que é contrário às leis da natureza e da vida moral. Mas você verá nesta postagem que não é simples assim.


Ass #1

Cú 1


Ass #2

Cú 2


Ass #3

Cú 3


A palavra perversão vem do latim per vertio que significa "ao lado". Portanto na origem a palavra perversão significa "o que se situa ao lado", pelo que em termos de sexualidade é tudo aquilo que se pensa, sente e faz que está "ao lado" do considerado sexualmente normal. A homossexualidade é, considerando essa definição, uma perversão uma vez que é um comportamento paralelo aquele considerado normal, ou seja, a heterossexualidade.


Ass #4

Cú 4


Ass #5

Cú 5


Ass #6

Cú 6


Atualmente a ciência não considera a homossexualidade uma patalogia mas em termos sociológicos é comum, mesmo em sociedades ocidentais, na qual se insere o Brasil, a homossexualidade ser tomada como um comportamento, ou um estilo de vida, que está ao lado do comportamento da maioria da população. Nesse sentido a homossexualidade convive "ao lado" ("per vertio"). Infelizmente, como acontece com grupos que são minorias, coexiste de modo marginal e marginalizado.


Ass #7

Cú 7


Ass #8

Cú 8


Ass #9

Cú 9


Se fosse possível todo pai e mãe escolheriam jamais ter um filho gay, outrossim já que isso acontece e não se sabe porque a natureza gosta de fazer nascer gay onde menos se espera, o jeito é papai e mamãe ignorarem e negarem a tendência gay do seu filho até quando puderem. O pior, seria cômico se não fosse trágico, é que tem muito gay assumindo o papel de seu pai e de sua mãe tratando de ignorar e negar a sua perversão: tentam passar para o outro lado, acreditando ser o outro lado o lado certo.


Ass #10

Cú 10


Ass #11

Cú 11


Ass #12

Cú 12


A descoberta da própria homossexualidade não é, comumente, um momento fácil da vida, provavelmente o homem acaba concluindo que gostaria de não ter nascido gay (sim, na minha opinião nasce-se gay). Porque ser gay é viver "ao lado" e ter que viver fora do padrão da maioria é ter que enfrentar dificuldades o tempo todo. E o destino de um homem gay é ter que aprender a caminhar por desvios e aprender a contornar obstáculos. Relembro que a origem da palavra perversão ("per vertio") significa desviar, contornar. Como você pode perceber homossexualidade e perversão tem alguma relação.


Ass #13

Cú 13


Ass #14

Cú 14


Ass #15

Cú 15


No sentido popular perversão é uma anomalia ou vício ruim, portanto, algo não desejável que infelizmente o indivíduo tem. Na psicologia e na psiquiatria perversão é um desvio do comportamento considerado normal, comportamentos pervertidos que contrariam e afrontam à moral do ambiente social. Até há pouco tempo a masturbação era uma perversão por se tratar de um ato proibido pela sociedade, e hoje em dia não é considerado mais perversão. Disso podemos concluir que o que é normal e anormal é algo relativo em dada sociedade. Porém isso não significa que todas as perversões vão deixar de sê-las com o passar do tempo.


Ass #16

Cú 16


Ass #17

Cú 17


Ass #18

Cú 18


Você sabia que Freud procurou diagnosticar a patologia dos homossexuais (na época ser gay era considerado doença psíquica) e notou que não poderia encaixar a tendência homossexual nos quadros das neuroses e das psicoses. Freud descobriu uma diferença na estrutura psíquica dos homossexuais que os distinguiam dos neuróticos e psicóticos. Então ele criou uma terceira classificação: os narcisistas, nesta classificação se enquadra os homossexuais. Mas isto não quer dizer que um homossexual não possa ser um neurótico ou um psicótico, contudo a priori todo homossexual é narcisista.


Ass #19

Cú 19


Ass #20

Cú 20


txt

Ass #21

Cú 21


Na Teoria da Sexualidade um neurótico para se defender de uma dor ou conflito ligado ao desejo sexual reage criando um recalque, isto é, uma repressão, uma barreira. Já o psicótico reage a conflitos relativos a desejos sexuais criando uma ilusão paralela e melhor e assim consegue rejeitar a dura e sofrida realidade. O indivíduo narcisista recusa ser submetido as leis e normas sociais que são a fonte de seu conflito sexual. O narcisista, portanto, nem se reprime sexualmente e nem fantasia mentalmente como fazem os neuróticos e os psicóticos como estratégia para lidar com seus desejos sexuais.


Ass #22

Cú 22


Ass #23

Cú 23


Ass #24

Cú 24


Lacan disse que o maior desejo do ser humano é ser desejado por outro ser humano e nós gays com nossa índole narcisista não somos diferentes. Só que escolhemos um homem para ser alvo de desejo. Porque o homem gay não rejeita a realidade e nem recalca os seus desejos ele escolhe se manter excluído do Complexo de Édipo (= autoridade do pai = autoridade da sociedade) e passa a satisfazer sua libido sexual consigo mesmo ou com um ou mais parceiros. A escolha de um parceiro homossexual (ou bissexual), segundo Freud, é um mecanismo de procurar a si mesmo no outro, ou seja, quando um gay procura um homem ele quer ver representado nesse outro homem uma parte de si mesmo que lhe falta, ou melhor dizendo, que ele não consegue ver em si mesmo.


Ass #25

Cú 25


Ass #26

Cú 26


Ass #27

Cú 27


A busca de um parceiro sexual envolve muita habilidade e paciência e mesmo com a alta rotatividade de relações sexuais o gay não deixa de criar na sua mente homens idealizados. Transa aqui e ali e sente que esses atos sexuais fortuitos são justificáveis uma vez que o seu homem ideal está em algum lugar e ele tem mesmo é que procurar até achar. Infelizmente o que se constata é que o gay por mais parceiros que tenha nunca vai encontrar definitivamente o cara 100% dentro do seu critério de perfeição. Simplesmente porque ele quer ver no outro a si mesmo e infelizmente o outro é o outro, uma nova e diferente pessoa. Não é à toa que Narciso ao admirar a si mesmo no lago provocou a sua destruição. Esse negócio de querer ver a si mesmo por aí pode acabar mal...


Ass #28

Cú 28


Ass #29

Cú 29


Ass #30

Cú 30





Nenhum comentário:

Postar um comentário