O que você achou desta postagem?

terça-feira, 23 de abril de 2013

Muita porra


MUITA PORRA


Masturbação é uma prática normal e usual para a maioria dos homens, constatando-se que só alguns poucos homens não gostam de fazer. Mas, quando a masturbação é demais?
A punheta quando feita até uma ou duas vezes por semana é considerada normal mas quando a punheta é todo dia e várias vezes por dia, já não é considerada uma prática normal.

Vídeo No. 1

video
1 min 18 s - 5,6 Mb


Foto No. 1

Cum No. 1

Foto No. 2

Cum No. 2

Foto No. 3

Cum No. 3

Foto No. 4

Cum No. 4

Foto No. 5

Cum No. 5

O que acontece se eu bater punheta demais? Exagerar na quantidade de bronha pode levar o punheiteiro a ter vários desequilíbrios. Vamos ver quais problemas fisiológicos pode causar. A química do corpo fica consideravelmente alterada.
Causa uma superprodução de hormônios sexuais e hormônios neurotransmissores e os efeitos no punheteiro compulsivo são: fadiga, perda de peso, ligeira perda de memória, visão turvada, dor nos testículos, etc.

Vídeo No. 2

video
15 min 56 s - 54,5 Mb


Foto No. 6

Cum No. 6

Foto No. 7

Cum No. 7

Foto No. 8

Cum No. 8

Foto No. 9

Cum No. 9

Foto No. 10

Cum No. 10

O punheteiro fica satisfeito sexualmente, mesmo que momentaneamente, só até a próxima vontade de gozar. Como a vontade de gozar é muito intensa, com o tempo o pau não vai ficar mais duro porque não vai ter nem tempo de ficar duro, a vontade de gozar do punheteiro vai fazer com que ele não espere o pau ficar duro.
Ejacular com o pênis sem estar ereto é muito comum em punheteiros compulsivos. O pau ficando na situação de disfunção erétil, aparentando impotência, mesmo o punheteiro sendo jovem. Isto acontece porque o sistema nervoso que controla a ejaculação, com o estresse da superestimulação, fica enfraquecido.

Vídeo No. 3

video
1 min 59 s - 8,3 Mb


Foto No. 11

Cum No. 11

Foto No. 12

Cum No. 12

Foto No. 13

Cum No. 13

Foto No. 14

Cum No. 14

Foto No. 15

Cum No. 15

Os problemas psicológicos da punheta exagerada são parecidos com os que pessoa que tem vício em cigarro,  bebida alcoólica ou cocaína ou jogo de azar. A qualidade do relacionamento do punheteiro compulsivo com a sua família, colegas de trabalho e demais pessoas fica comprometida. 
Falar e dar conselhos a um cara que só quer bater punheta toda hora é complicado, tanto quando seria se o vício fosse de outro tipo. Parar de bater punheta, neste tipo de homem que bate punheta demais, é tão difícil quando parar de fumar. Falar que vai parar de punhetar é fácil, difícil é fazer.

Vídeo No. 4

video
Parte 1 - 9 min 30 s - 39,8 Mb


Vídeo No. 4

video
Parte 2 - 12 min 0s - 50,4 Mb


Vídeo No. 4

video
Parte 3 - 10 min 55 s - 45,7 Mb


Foto No. 16

Cum No. 16

Foto No. 17

Cum No. 17

Foto No. 18

Cum No. 18

Foto No. 19

Cum No. 19

Foto No. 20

Cum No. 20

Bater punheta é algo bom para ao homem mas quando há a necessidade de masturbação frequente, tipo todo dia e várias vezes por dia, está na hora de procurar a ajuda de um médico. Provavelmente o caminho mais indicado é procurar um Urologista ou um Psicólogo. Se a punheta é no máximo de duas vezes por semana, não é o caso de se preocupar.
Estudos científicos constataram que quem bate punheta tem menor risco de ter câncer de próstata. Assim sendo, homens que não costumam bater punheta, por exemplo, padres e adeptos de crenças orientais que dizem que o homem perde energia vital quando ejacula, tem mais chances de ter câncer de próstata. Há médicos que receitam masturbação em casos de prostatite.

Vídeo No. 5

video
3 min 8 s - 13,3 Mb


Foto No. 21

Cum No. 21

Foto No. 22

Cum No. 22

Foto No. 23

Cum No. 23

Foto No. 24

Cum No. 24

Foto No. 25

Cum No. 25

Estima-se que 27% dos homens batem duas punhetas por semana. Duas punhetas por semana é uma quantidade máxima que não traz malefícios para a saúde. Assim como escovar os dentes é uma atividade recomendada, bater punheta também é uma necessidade no mínimo para "limpar" o órgão reprodutor masculino.
Além de ejacular a porra também são expelidas toxinas e germes do aparelho urogenital. A bronha ajuda a fortalecer o pau e os músculos pélvicos. Punhetar mais ou menos uma hora antes de fazer sexo anal em um parceiro ajuda a melhorar e assegurar um melhor controle sobre a ânsia de goza. O orgasmo vai demorar a acontecer.

Vídeo No. 6

video
3 min 8 s - 14,2 Mb


Foto No. 26

Cum No. 26

Foto No. 27

Cum No. 27

Foto No. 28

Cum No. 28

Foto No. 29

Cum No. 29

Foto No. 30

Cum No. 30

Ejacular aumenta a resistência imunológica do corpo porque ao punhetar há um aumento do hormônio cortisol. O cortisol ajuda a manter e regular a imunidade. Isto é feito em doses, isto é, a cada punheta há um incremento de imunidade. A punheta quando praticada em quantidades normais, portanto, fortalece o sistema imunológico.
O homem que bate punheta tem uma elevação do seu humor, fica menos irritado e estressado. Quando o homem faz o "5 contra 1" o hormônio dopamina é lançado na corrente sanguínea. Este hormônio é responsável pela sensação de bem-estar e a ejaculação (orgasmo) é reconhecidamente o meio que mais libera dopamina no sangue.

Vídeo No. 7

video
1 min 24 s - 3,2 Mb


Foto No. 31

Cum No. 31

Foto No. 32

Cum No. 32

Foto No. 33

Cum No. 33

Foto No. 34

Cum No. 34

Foto No. 35

Cum No. 35

Alguns homens quando passam algum tempo se bater punheta ficam com muita tensão sexual. O nível de testosterona chega a incomodar, incomodar não só porque o cara fica pensando em sexo toda hora mas também porque o saco chega até a doer. Para não ficar nesse estado de tesão incomodativo, o cara bate punheta e assim volta a cuidar da sua vida com maior tranquilidade, já que deixa-se de pensar (tanto) em sexo e coloca-se o foco em outras coisas possivelmente mais importantes.
Alguns homens preferem bater punheta de noite, quando chegam em casa depois de um dia de trabalho, e assim sentem que voltam a ter controle sobre sua vida. Alguns homens não gostam de bater punheta de dia, preferem fazer à noite, porque alegam que ficam "calmos demais" e isto prejudica o enfrentamento dos desafios que a vida moderna exige dele. Mas há homens que só batem punheta de manhã com o objetivo de evitar que se tenha ereção indesejada difícil de controlar, algo muito constrangedor.

Vídeo No. 8

video
3 min 26 s - 13,8 Mb


Foto No. 36

Cum No. 36

Foto No. 37

Cum No. 37

Foto No. 38

Cum No. 38

Foto No. 39

Cum No. 39

Foto No. 40

Cum No. 40

Masturbação é um modo do homem lidar com o estresse, medo, sofrimento, chateação e outros sentimentos negativos. É um engano achar que o homem depois que ele encontra um parceiro sexual interrompe a masturbação solitária. Foi feita uma pesquisa em fevereiro de 2013 nos Estados Unidos com homens que tinham parceiros sexuais. Pelos resultados desta pesquisa sobre masturbação veja em que faixa você se encontra:
  • Batem punheta menos que uma vez ao mês: 13%
  • Uma vez por mês: 12%
  • De 2 a 3 vezes por mês: 18%
  • De 4 a 6 vezes por mês: 23%
  • De 7 a 14 vezes por mês: 16%
  • De 15 a 22 vezes por mês: 9%
  • De 23 a 31 vezes por mês: 6%
  • Mais de 31 vezes por mês: 3%

Nenhum comentário:

Postar um comentário