segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Crazy

CRAZY

Olá, como vai, tudo bem? Eu estava num chat de relacionamento gay e fiquei agradavelmente surpreso quando li que o rapaz escreveu  que gostava da música chamada Crazy que WILLIE NELSON escreveu em  1961. Esta postagem eu dedico a esse rapaz que me inspirou o "insight" de agregar aqui um pouco de cultura musical.



Além de ser cantada pelo próprio Willie Nelson a música Crazy foi interpretada por dezenas de outros artistas, contudo a versão mais famosa é a de PATSY CLINE. O assunto da música é até recorrente em outras canções que falam do fim de um grande amor. Patsy canta Crazy de uma maneira admirável, pode-se dizer até incomparável, de modo que entre tantas versões de Crazy, sua versão é lembrada como sendo "a única".



Uma curiosidade sobre a versão de Crazy por Patsy Cline é que ela demorou cerca de 4 horas no estúdio elaborando a música e ela não conseguia de jeito nenhum acertar as notas. Acontece que dias antes ela tinha sofrido um acidente de automóvel que tinha causado uma lesão na costela. Porém ela voltou 2 semanas depois e na primeira tentativa a canção estava feita!



Outa versão muito apreciada é a de LeANN RIMES, lançada em 1999. Era inevitável que a midia comparasse a sua riqueza vocal com a de Patsy Cline, e LeAnn Rimes era mencionada como a "jovem Patsy Cline". Na ocasião em que recebeu o Grammy ela disse "Eu não sou um sucesso feito da noite pro dia. Eu canto desde os meus 6 anos".



Versão original Versão em português (Brasil)
Crazy

I'm crazy for feeling so lonely
I'm crazy
Crazy for feeling so blue

I knew
You'd love me as long as you wanted
And then someday
You'd leave me for somebody new

Worry
Why do I let myself worry
Wond'rin'
What in the world did I do

Crazy
For thinking that my love could hold you
I'm crazy for tryin'
Crazy for cryin'
And I'm crazy
For lovin' you.

Louco

Devo estar louco por sentir-me tão só
Eu devo estar louco
Louco por sentir-me tão triste

Eu sabia
Você ia me amar até quando você quisesse
E então um dia
Você me deixaria por um novo amor

Inquietamento
Por que eu continuo me inquietando
Imaginando
O que foi de errado que eu fiz

Louco
Por pensar que meu amor poderia te segurar
Eu sou louco por insistir em tentar
Louco por chorar por você
E eu estou louco
Por ainda amar você.



O filme C.R.A.Z.Y. de 2005 conta a história de Zac, um gay da Quebec dos anos 1960 - 1970. O conservadorismo principalmente de seu pai, Gervais, é um problema para ele se assumir homossexual. A situação piora quando o pai descobre que foi Zac que quebrou acidentalmente o seu disco preferido, Crazy de Patsy Cline.


Você notou que o nome do filme são letras seguidas de pontinhos? O nome do filme é a abreviação de Christian, Raymond, Antoine, Zac e Yvan, os filhos do senhor Gervais. Os rapazes estão fora da ordem do "C" - "R" - "A" - "Z" - "Y" no cartaz do filme, exceto pelo Zac que foi posicionado bem acima da letra "Z".


Outro filme que tem a música Crazy é THE ULTIMATE GIFT, que no Brasil chama-se O Presente. É um drama relacionado ao valor que o dinheiro tem na vida das pessoas e como o dinheiro pode não ser, e realmente não é, a nossa razão de viver.


Um comentário:

  1. Uma das canções inesquecíveis que marcou época

    ResponderExcluir