O que você achou desta postagem?

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Amor de Perdição - Parte 2

AMOR DE PERDIÇÃO

Há na língua portuguesa alguns livros clássicos que são constantemente indicados a sua leitura aos estudantes, sendo um deles um livro escrito em 1862, AMOR DE PERDIÇÃO, de Camilo Castelo Branco. Continuarei a apresentar os termos que aparecem de difícil compreensão ou não tão comuns hoje em dia. Talvez antes você queira se inteirar de AMOR DE PERDIÇÃO - PARTE 1.


Mas qual é a história do livro? Bem, Amor de Perdição é uma literatura do gênero romântico. Um casal enamorado passa o tempo todo lutando pelo direito de amar e constantemente deparam-se com obstáculos terríveis que aparecem para impedir a realização da felicidade de ambos. Acredito que ao ler a narrativa dos valores sociais e morais da época e a oposição das famílias ao amor entre Simão e Tereza vai remeter você a outra história romântica, Romeu e Julieta. Resumindo então podemos dizer que Amor de Perdição é a história de uma tragédia passional.

CAPÍTULO 2

Página 16:

CHIBANTES: vivamente, claramente
"Se recordava os chibantes pormenores da derrota..." = "Se recordava claramente os pormenores da derrota..."

AGUADEIROS: criado que dá água a cavalos
"...da derrota que pusera a trinta aguadeiros,..." = "...da derrota conseguida a paulada sobre trinta criados de dar água a cavalos..."

CAVO: sem vibração, abafado
"...o som cavo das pancadas,..." = "...o som abafado das pancadas,..."

BORDOADA: pancada, porretada
"...a bordoada que abrangia três a um tempo,..." = "...a porretada que acertava três ao mesmo tempo,..."

AFOCINHAVA: acertar no nariz
"...a que afocinhava dois,..." = "...a porretada que acertava as fuças de dois ao mesmo tempo,..."

ESTRÉPITOS: ruído forte
"...e o estrépito dos cântaros..." = "...e o barulhão dos cântaros ao cair ao chão..."

CÂNTAROS: vaso com alça usado para transportar água do chafariz
"...e o estrépito dos cântaros afinal,..." = "...e o barulhão das vasilhas de água caindo finalmente no chão,..."

VETERANO: experimentado, acostumado
"...o veterano de cem batalhas..." = "...o acostumado a brigar em umas cem batalhas..."

LOUROS: vitória, triunfo
"...o veterano de cem batalhas relembra os louros de cada uma..." = "...o acostumado a brigar em umas cem batalhas relembra a vitória em cada uma..."

ESMORECE: enfraquece
"...e esmorece, afinal,..." = "...e enfraquece finalmente,..."

ESTAFADO: cansado, exausto
"estafado de espantar,..." = "cansado de espantar,..."

ACADÊMICO: estudante. Simão estudava Direito em Coimbra.
"O acadêmico, porém,..." = "O estudante, porém,..."

MATA-MOUROS: valentão, brigão
"...mais prejudicial e perigoso que o mata-mouros de tragédia." = "...mais prejudicial e perigoso que os valentões que são apresentados em livros."

ESPOREAVAM-NO: incitar, estimular
"As recordações esporeavam-no a façanhas novas,..." = "As recordações das brigas anteriores estimulavam Simão a se fazer de valentão em novas brigas,..."

AZO: motivo, estímulo
"...e naquele tempo a academia dava azo a elas." = "...e naquele tempo entre os estudantes dava-se valor a atos de valentia."

REVOLUÇÃO FRANCESA: mudanças políticas e sociais ocorridas na França entre 1789 e 1799, basicamente mudando a situação da nobreza e seus privilégios. Simão nasceu em 1784 e neste momento da narrativa tem 15 anos, portanto, é o ano de 1799.

PECONHA: veneno
"...a geração seguinte bebera a peçonha..." = "...a geração seguinte bebera o veneno..."

NOVENTA E TRÊS: Portugal era um país historicamente neutro com relação às guerras ocorridas entre os demais países da Europa, contudo em 1793 esta neutralidade acabou com o envio de tropas portuguesas para a GUERRA DO ROSSILHÃO, também chamada CAMPANHA DO ROSSILHÃO. Simão e os demais acadêmicos tinham o desejo de reparar a derrota de Portugal em 1793, que era tida como um veneno ao orgulho dos portugueses.

SECTÁRIOS: partidário, seguidor
"...tinham alguns tímidos sectários em Portugal,..." =..."tinham alguns tímidos seguidores em Portugal,..."

SOGAS: corda de prender boi, amarras
"...com as sogas de ruinosos e pérfidos tratados,..." = "...com as amarras de ruinosos e pérfidos tratados,..."

PÉRFIDOS: traidores
"...pérfidos tratados,..." = "...tratados que traiam os interesses de Portugal,...". Esses tratados foram feitos com a Inglaterra, país em guerra com a França revolucionária. Esses tratados feitos pelos reinos de Portugal e Inglaterra se fundamentavam em defender o poder da realeza destes países, contudo com estes tratados Portugal foi obrigado a desmantelar sua indústria.

REFLEXIVOS: conscientes, sensatos
"Estes eram os pensadores reflexivos;..." = "Estes eram os que pensavam sensatamente;..." O autor diz que esses pensadores reflexivos eram a nova geração que via a aliança com a Inglaterra um erro. Lembrando que o fato da insensatez de Portugal aliar-se à Inglaterra acabou levando a França a invadir Portugal e a família real ter que fugir para o Brasil, fato que irá acontecer uns 6 anos após este momento da narrativa.

DELONGAS: demora
"Sem delongas,..." = "Sem demora,..."


Página 17:

IGNOMINIOSA: vergonhosa, desonrosa
"...negociara ignominiosa paz..." = "...negociara vergonhosa paz..."

CEDÊNCIA: ceder um bem
"...com cedência de Olivença à Espanha,..." = "com a transmissão em 1801 do território português da cidade de OLIVENÇA à Espanha,..."  

CONVULSIVA: agitada
"...na convulsiva e irrequieta academia,..." = "...na agitada e irriquieta escola de Direito de Coimbra,..."

ALGOZES: carrascos, quem executa uma punição
"...e muitos outros algozes e mártires do grande açougue,..." = "...e muitos outros executores e vítimas do grande açougue,..."

GRANDE AÇOUGUE: nos eventos anteriores e durante a Revolução Francesa ocorreram muita violência que levaram a morte de MIRABEAU, DANTON, ROBESPIERRE e DESMOULINS. Quanto à pronúncia em francês fala-se mirrabô, robés-piér, dé-mulã.

HIDRA: calamidade, mal
"...para que a hidra dos tiranos..." = "...para que os membros da nobreza...". As ideias revolucionárias de liberdade, igualdade e fraternidade não eram bem vistas pelos nobres de Portugal. Hidra é um ser mitológico grego que consistia numa serpente com várias cabeças, portanto, aqui há uma analogia da hidra com os membros da realeza portuguesa.

CLAVA: arma feita de pau
"...sob a clava do Hércules popular." = "...sob o porrete do Hércules popular." 

HÉRCULES:  um herói muito popular na mitologia romana que destruía monstros perigosos. No contexto significa que os ideais da revolução francesa cairia como um porrete em cima do monstro perigoso da monarquia portuguesa.

OBJURGATÓRIA: advertência, repreensão
"...arremedo de alguma clandestina objurgatória..." = "...arremedo de uma repreensão vinda de longe..."

SAINT-JUST: revolucionário francês, um dos que tinham o direito de votar pela execução do rei Luís XVI, e o fez, a partir de sua conclusão de que "Não se pode reinar inocentemente."

BISPO-CONDE: Em 1472 o rei Dom Afonso V de Portugal mandou que todos os bispos de Coimbra recebessem o título de CONDE DE ARGANIL, sendo popularmente chamados de bispo-conde.

PRAÇA DE SANSÃO: PRAÇA 8 DE MAIO, assim chamada por possuir um chafariz com uma estátua de Sansão no seu centro. Esta estátua foi colocada em 1592, portanto, já era bem antiga. Em 1838 esse chafariz foi demolido, portanto, foi demolido uns 38 anos depois que o "demagogo" fez seu discurso.

BOSSAS: novidade, modismo, tendência
"...outros por analogia de bossas." = "...outros por imitação das novidades que eram as ideias revolucionárias."

ACRISOLADO: aperfeiçoado, apurado
"O discurso ia no mais acrisolado da ideia regicida,..." = "O discurso ia aperfeiçoando a ideia revolucionária de acabar com a monarquia portuguesa,..."

VERDEAIS: policiais da Universidade de Coimbra, cujo traje era no tom de verde.
"....quando uma escolta de verdeais..." = "...quando um bando de policiais..."

AGUOU: jogou água
"....uma escolta de verdeais lhe aguou a escandescência." = "...uns policiais lhe fizeram calar, como que jogando água no discurso pegando fogo."

APERRANDO: engatilhando

"Quis o orador resistir, aperrando as pistolas,..." = "Quis o orador (Simão) resistir à prisão engatilhando as pistolas,..."

JACOBINO: membro de uma associação política durante a Revolução Francesa de 1789. e por extensão  partidário ardente da democracia
"O jacobino, desarmado e cercado,..." = "Simão, agindo como defensor do fim da monarquia, desarmado e cercado,..."

ARQUEIROS: nome dado aos homens que faziam o policiamento da Universidade de Coimbra
"...entre a escolta dos arqueiros..." = "...cercado por policiais da Universidade..."

CORREGEDOR: no caso o próprio pai de Simão, Domingos Botelho era juiz em Viseu
"O corregedor repeliu-o da sua presença..." = "Domingos Botelho evitou a presença do filho encrenqueiro..."

RELÉ: o mesmo que ralé, classe social mais baixa de Viseu
"As companhias da relé desprezou-as." = "Simão abandonou os companheiros que sua família achavam ser da ralé."


Página 18:

ERMOS: isolados, afastados
"...sombrios e ermos eram o seu receio." = "....sombrios e afastados eram o seu receio."

ESTIO: verão
"Nas doces noites de estio..." = "Nas doces noites de verão..."

REPONTAR: aparecer de novo, raiar
"...até o repontar da alva." = "...até o raiar da alva."

ALVA: aurora, amanhecer
"...até o despontar da alva." = "...até o despontar do dia."

SEQUESTRAVA: isolar, afastar
"...que o sequestrava da vida vulgar." = "...que o afastava da vida vulgar."

DECLINANDO: diminuindo, afastando-se
"...o amor de Teresa, declinando de si o dever de obtemperar..." = "...o amor de Teresa fazia com que diminuisse o seu dever de obtemperar..."

OBTEMPERAR: obedecer, sujeitar-se
"...o dever de obtemperar..." = "...o dever de filha de obedecer ao pai..."

AZEDUME: mal humor
"...ao justo azedume de seu pai,..."  = "...ao justo mal humor que seu pai, Tadeu de Albuquerque,..."

Página 19:

CÁLCULOS: avaliações, conjecturas
"...e renasceu a esperança com os cálculos." = "...e renasceu a esperança quando a cabeça esfriou e voltou o juízo."

ADMOESTAÇÃO: advertência, reprimenda
"...que para essa hora reservara uma admoestação severa,..." = "...que para o momento da partida de Simão reservara-lhe uma dura reprimenda,..."

ESTRIBO: onde o cavaleiro apoia o pé
"Quando metia o pé no estribo,..." = "Quando Simão estava terminando de montar o cavalo,..."

CONDISCÍPULOS: colegas de escola
"Das antigas relações restavam-lhe apenas as dos condiscípulos..." = "Das antigas relações restavam-lhe apenas as dos colegas de escola..."

ALENTOS: ânimo, apoio
"...dando-lhe alentos e recursos,..." = "...dando-lhe apoio moral e recursos,..."

MIÚDO: escassamente, raramente
"A apaixonada menina escrevia-lhe a miúdo,..." = "A apaixonada menina raramente lhe enviava cartas,..."

LENTES: professor universitário
"...que os lentes e os condiscípulos..." = "...que os professores e os colegas..."


Página 20:

REVIRAMENTO: conversão, mudança
"Animou-o a notícia do reviramento ..." = "Manuel animou-se a ir a Coimbra ao saber da notícia da mudança..."

MISANTROPO: melancólico, triste
"...numa ideia que o tornava misantropo..." = "...com pensamentos que tinham transformado Simão um homem triste..."

REMATE: fim, resultado
"...darei conta do remate deste episódio." = "...contarei o resultado deste episódio."

PERIPÉCIA: imprevisto
"...se diz minuciosamente a peripécia..." = "...se diz minuciosamente o imprevisto..."

PUNGENTÍSSIMA: comovedora
"....escrever carta de pungentíssima surpresa..." = "...escrever carta de comovedora surpresa..."


CAPÍTULO 3
Página 21:

EMBICARIA: implicar
"O pai de Teresa não embicaria na impureza do sangue do corregedor..." = "O pai de Teresa não implicaria na origem pouco nobre da família Domingos Botelho..."

MOFAVA: escarnecer, zombar
"O magistrado mofava do rancor do seu vizinho,..." = "O magistrado zombava do rancor do seu vizinho,..."

MALSINAVA: denunciar, falar
"...e o vizinho malsinava de venalidade a reputação do magistrado." = "...e o vizinho denunciava de venalidade a reputação do magistrado."

VENALIDADE: corrompido, estragado
"...e o vizinho malsinava de venalidade a reputação do magistrado." = "...e o vizinho falava que o magistrado era um corrupto."

DESPICANDO: fazendo
"Este sabia da injuriosa vingança em que o outro se ia despicando;..." = "Domingos Botelho sabia que Tadeu de Albuquerque estava falando mal de sua reputação como uma forma de vingança;..."

DETRAÇÃO: difamação
"...fingia-se invulnerável à detração;..." = "...fingia-se invulnerável à difamação;..."

BÍLIS: mau humor, rancor
"...mas de dia a dia se lhe azedava a bílis;..." = "...mas dia a dia aumentava o seu rancor por conta do comportamento do vizinho;..."

BACAMARTE: arma de fogo de cano curto
"...desabafando pela boca dum bacamarte,..." = "...resolvendo a questão dando um tiro no seu vizinho,..."

RESGUARDO: prudência, precaução
"Sorriram-se com resguardo,..." = "Sorriram-se com precaução,..."

ACUSAR: revelar
"...que foi logo acusar ao pai." = "...que foi logo revelar ao pai."


Página 22:

Olé: olá
"Olé! disse ele à pálida menina." = "Olá! disse ele à pálida menina."

REMATE: final
"Teresa não ouviu o remate..." = "Teresa não ouviu o final..."

APÓSTROFE: frase provocadora
"...da brutal apóstrofe..." = "...da brutal fala provocadora..."

ATURDIDA: atordoada, perturbada
"...tinha fugido aturdida e envergonhada." = "...tinha fugido perturbada e envergonhada."

DESABRIDO: ríspido, malcriado
"Porém, como o desabrido ministro..." = "Porém, como o malcriado ministro..."

BRAMINDO: gritando
"...ficasse bramindo no quarto,..." = "...ficasse gritando no quarto,..."

SANHA: raiva, fúria
"...e acreditou que foi causa à sanha de Domingos Botelho..." = "...e acreditou que foi causa da raiva de Domingos Botelho..."

ADMOESTANDO-A: repreender com delicadeza
"...admoestando-a que não voltasse àquela janela." = "...repreendendo com delicadeza para que Teresa não voltasse àquela janela."

PROSÁPIA: linhagem, genealogia
"...e igualmente nobre da mesma prosápia." = "...e igualmente nobre da mesma genealogia (eram aparentados)."

LUDÍBRIO: engano
"As exceções têm sido o ludíbrio..." = "As exceções têm sido o que leva ao engano..."

ASSISADOS: sensatos, prudentes
"...dos mais assisados pensadores,..." = "...dos mais sensatos pensadores,..."

FIXIDEZ: firmeza
"...posto que a fixidez, a constância daquele amor,..." = "...posto que a firmeza, a constância daquele amor,..."

INCENSO: adulação, galanteio
"...não provou o incenso doutros galãs,..." = "...não teve o galanteio de outros galãs,..."

GALÃS: namorados
"...não provou o incenso doutros galãs,..." = "...não foi cortejada por outros homens enamorados,..."

DESLUZIDA: sem luz, obscurecida
"...desluzida pela ausência,..." = "...obscurecida pela ausência,..."

Página 23:

FEIÇÃO: afeição
"...como convinha a um enamorado de feição,..." = "...como convinha a um enamorado escolhido por afeição,..."

AUSPICIOSO: promissor, favorável
"...e prometessem auspicioso futuro ao casamento." = "...e Teresa e o noivo arrumado pelo pai fossem favoráveis à ideia de se casarem."

MORGADO: filho único (do irmão de Manuel Botelho, irmão este que morava numa vila chamada Castro d'Aire, nos arredores de Viseu)
"O morgado de Castro-d"Aire,..." = "O filho único  morador de Castro d"Aire,..."

LISONJEOU-SE: orgulhou-se, ficou adulado
"...lisonjeou-se do virginal melindre..." = "ficou cheio de orgulho com o virginal melindre..."

MELINDRE: escrúpulo, suscetibilidade, sensibilidade
"...lisonjeou-se do virginal melindre..." = "...Baltasar ficou todo convencido ao notar o comportamento recatado de Teresa..."

AFOITOU-SE: arrojar, tomar coragem
"...instigado por seu tio, afoitou-se o ditoso noivo..." = "...instigado por seu tido, tomou coragem o ditoso noivo..."

REBATIDO: repelido, refreado
"...rebatido pela desfiguração de Teresa." = "...refreado pela desfiguração de Teresa."

TURVAÇÃO: perturbação
"...respondeu ela sem turvação." = "...respondeu ela sem estar perturbada."

CORRIDO: apressadamente
"...atalhou, corrido, o morgado." = "...atalhou, apressadamente, o morgado."

Página 24:

REFALSADO: falso, fingido
"...tornou com refalsado sorriso..." = "...continuou a falar mantendo um falso sorriso na cara..."

DITOSO: feliz, afortunado
"...quem é o ditoso mortal da sua preferência?" = "...que é o felizardo que teve a preferência do seu amor?"

FOLGARIA: ter prazer, alegraria
"...e eu folgaria muito..." = "...e eu muito me alegraria..."

REBUÇADA: dissimulada
"...tornou ele com mal rebuçada ironia..." = "...voltou ele a falar tentando dissimular a ironia..."

RÉPLICA: resposta, explicação
"...cortou-lhe logo a réplica..." = "....interrompeu a vez dela se explicar..."

ÉBRIO: bêbado, alcoólatra
"Casada com algum famoso ébrio..." = "Casada com algum alcoólatra bem conhecido por conta desta vício..."

JOGADOR DE PAU: arte marcial portuguesa mais praticada na região norte de Portugal, por sinal Viseu fica nessa região. Trata-se de segurar um bastão e tentar acertar em um ou mais oponentes, e conseguindo vitória à custa de pauladas prova-se a sua destreza e valor. É um esporte parecido com a esgrima só que em vez de espada usa-se um pau. Com o surgimento das armas de fogo o jogo de pau acabou deixando de ser popular mas a Associação Portuguesa de JOGO DE PAU ainda promove campeonatos. Atualmente, Portugal tem dominado, anos seguidos, todos os torneios internacionais desse esporte.

AGUADEIROS: empregado que dá água a animais
"...valentão de aguadeiros,..." = "...serviçal doméstico que se presta a valentão entre os demais empregados,..."

Página 25:

FORTUNA: sorte, felicidade
"...guarda da sua dignidade e fortuna." = "...guarda da sua dignidade e felicidade."

SUCESSO: o que sucede, acontecimento
"Não dei valor ao sucesso,..." = "Não dei valor ao acontecimento,..."

COMPUNJO-ME: afligir, comover
"...compunjo-me de a ver ainda fascinada..." = "...me aflijo de a ver ainda fascinada..."

SUCIANDO: fazendo parte de bando
"Não se recorda de ter visto Simão Botelho suciando..." ="Não se recorda de ter visto Simão Botelho fazendo parte de bando..."

VILANAGEM: multidão que não tem o que fazer
"...suciando com a ínfima vilanagem desta terra?" = "...se unindo a um monte de gente que não tem o que fazer?"

VARREDOR DE FEIRAS: o jogo de pau era um dos momentos mais esperados nas feiras e quermesses. Dava-se ao nome de varredor de feira a quem chamava outros em desafio, ou seja, àquele que provocava outro para ser seu oponente na briga à pauladas.

CANALHA: povão, gentalha
"...proclamando à canalha a guerra,..." = "...proclamando ao povão a fazer guerra,..."

DESABRIDA: ríspida, má educada
"...atalhou ela com desabrida irritação." = "...atalhou ela com má educada irritação."

ENFADO: importunar, aborrecer
"Não a enfado mais..." = "Não a aborreço mais...."


Página 26:

REFLEXIONANDO-LHE: pensar, ponderar
"Reteve-o Baltazar, reflexionando-lhe que a violência..." = "Reteve-o Baltazar, fazendo-o pensar que a violência..."

VIOLENTARIA: fazer algo contra a vontade de alguém, forçar
"Ajuntou que não a violentaria;..." = "Complementou dizendo que não a forçaria a se casar contra a sua vontade;..."

SOVANDO: pisando
"...sovando aos pés o pundonor de seu pai,..." = "...jogando aos pés o pundonor de seu pai,..."


PUNDONOR: amor-próprio
"...sovando aos pés o pundonor de seu pai,..." = "...jogando aos pés o amor-próprio de seu pai,..."

RESVALAR: se lançar, descer
"...estava a resvalar na sepultura,..." = "...estava para ir para a sepultura por desgosto com a atitude da filha,..."



quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Quer que Ergue o Tal? - Parte 4

QUER QUE ERGUE O TAL?

O site Ergue o Tal não existe mais, contudo eu estou postando as fotos de homens fudendo bucetas aqui no blog por não querer criar um novo site especificamente com pornografia heterossexual.


Ergue o Tal foi o único site não-gay que fiz, fiz mais para aprender a usar HTML Dinâmico. Pena que qui no Blogger não é possível fazer animações com o menu e com as janelas, mas tudo bem. Só espero que o Blogger não delete tudo o que postei, como fez o provedor onde hospedei Ergue o Tal.


O site Ergue o Tal era acessado no Google quando a pesquisa era feita com alguma das palavras abaixo: "adult, adulto, amateur, anal, ass, baise, beautiful, bitches, blondes, blowjob, boobs, boys, boquete, boules, brunettes, buceta, bucetas, bundas, butts, cacete, calcinha, calcinhas, caralho, caseiras, cherry, cochonne, comer, comendo, coxas, cu, cú, cul, dar, dando, défoncée, dick, dirty, ergue o tal, erotic, erótico, erotismo, esperma, esporrando, femme, fente, fesses, foda, fotos, free, fuck, fucking, foder, fodendo, fudeno, galeria, gallery, garotas, gatas, girls, gostosas, gozando, grátis, gratuito, group, hardcore, homens, horny, images, imagens, hot, jerk, jerking, jpg, kitty, lick, licking, lindas, links, loiras, man, men, masturbação, masturbar, masturbation, mature, meter, metendo, minette, morenas, mulatas, mulher, mulheres, mures, naked, negras, nichons, nuas, nude, nue, orgia, orgy, ousadas, panty, pau, peitos, peladas, pics, pictures, piranhas, photos, pinto, pistola, porn, pornografia, pornography, porra, poser, prazer, prostitutas, punheta, punhetando, pussy, putaria, putas, raspadas, rim, rimming, ruivas, sacanagem, safadas, salopes, sensual, sensualidade, seins, sex, sexe, sexo, sexy, sexual, shana, siririca, site, sluts, sucer, suck, sucking, tits, titty, transar, transando, trepar, trepando, trepadas, underwear, upskirt, vagabundas, vagin, vagina, voyeur, vulve, xoxotas, whores, woman, women, xxx, 69".






















































video