sábado, 19 de maio de 2012

Levando no toba


Gelô o toba, porquê? Não precisa ter medo de dar a bunda, meu bem, quando Deus fez você gostar de homens já te fez você com um cú 1.4 com ABS, direção hidráulica, trio elétrico, air bag etc, enfim, um cú completaço. O quê? Ainda não liberou o brioco até hoje com medo de estragar as pregas? São tantas as pregas que se umas forem pro saco (se você dar seu fiofó faça o seu macho te enfiar a rola até encostar o saco dele), ainda sobram muitas.






Ficar com o cú na mão sem resolver logo você está é ficando pra trás porque hoje em dia está fácil arrumar um cara pra te satisfazer a vontade de dar e assumir esse modo de vida, sim porque depois da primeira enfiada de pistola no seu cú, você vai viver todo dia querendo levar mais outra fodida até seu cú fazer bico. Se for o caso, comece oferecendo a sua fruta deliciosa no MANHUNT ou no DISPONÍVEL, por exemplo. Ou entre no NETLOG e no HI5 e faça um perfil bem discreto se você se acha fora do bafão.








Não se assuste, você depois de dar a bunda não vai sair na procurando macho o tempo todo, a menos que você seja um desses afortunados que podem se dar ao luxo de fazer do sexo uma profissão. Normalmente homem que faz sexo com homem o faz eventualmente, inserindo a prática sexual dentro do espaço de tempo gasto com o trabalho, com a família, com esporte, etc. E quem dá a bunda não fica diferente, você pode dar e o povo do trabalho, da família, do esporte, etc nem vão saber, afinal eles estão noutro espaço, não é verdade?









Certo, o cú doce não devido a preocupação com os outros, mas preocupação com a sua saúde. Oh, céus, se preocupando por nada! Se dar o cú fizesse algum passivo ou ativo (liberal) adoecer o SUS e a unimed estariam abarrotados de pacientes, e a porto seguro daria altíssimo prêmio pela apolice de seguro de acidentes pessoais sofridos pelo cú. Mas nada disso existe, não é, portanto, deixe o olho do seu cú ser feliz.








Pros cú de ferro que acham que só dão a bunda para um cara especial, escolhido à dedo e não pra qualquer um, o que se pode dizer de você é que você é do tipo que fica ai ladrando enquanto isso a caravana passa. Oportunidade é assim, se você não agarrar, bau bau. Apareceu um cara e ele quer meter a vara em você, vai lá. Não fique escolhendo um cara que seja lindo, louro, alto, dentes branquinhos, musculoso e da zona sul. Ele está a fim é de meter e não de casar com você! Acorda!!!





   
Você não tem cú pra isso porque o cara vai contar pra todo mundo que te fodeu. Olha, o conselho é pra você arrumar um cara pauzudo e não um linguarudo. Cafajeste existe em todo o lugar e no meio dos homens que fazem sexo com homens também tem, sendo recomendável você tratá-los igual a vírus de computador. Não toque nele, e se ele insiste em te mandar uma mensagem, vai deletando uma a uma. E faça o favor de fazer um spam do nome dele pra ele não ter o prazer de desgraçar mais nenhuma vida alheia.






Outra situação que faz ficar com o cú na mão é cruzar o caminho de cara aproveitador, sabe aquele tipo que mete gostoso e legal mas que tem um probleminha assim e assado e te pede uma ajudazinha, ou seja, dinheiro? E mesmo dizendo que não tem como dar a tal solicitada ajuda o cara te azucrina tornando a situação toda uma bela furada? Se orienta você e não dê uma de cuzão e não entre no mal costume dele. Afinal mal costume pega e você partirá pra ser do tipo que sempre tem que pagar por sexo, sendo que na verdade, não tem que ser assim, e até juro pra você que de graça é mais gostoso!









Uma vez, faz tempo mas eu me lembro bem, eu estava voltando de uma cineminha e andava sozinho numa calçada de uma larga avenida de Belo Horizonte. De repente surgiu do nada um cara e me cercou e quase me tocava se eu não tivesse mudado pro lado na inenção de seguir meu caminho. Ele começou a falar que eu era viado e me dá dinheiro senão eu vou gritar aqui na rua que você é viado. O cara estava me chantageando, fazia isso com qualquer um só que dessa vez ele parou um viado mesmo. O que eu fiz? Disse não vou dar nada e sai fora idiota. Ele insistiu e foi me seguindo, aí eu entrei num bar e falei pro garçon que o cara estava querendo roubar e só assim o cara ficou com medo e sumiu.









Da história que contei você pode pensar que eu sou "bichosa" na rua. Não sou não! Eu sou careca, eventualmente uso bigode e cavanhaque e até deixo costeleta bem larga e comprida quando me dá vontade de variar a cara. E não ando afeminadamente e minha conversa não é pintosa, até meu timbre de voz mas grosso me masculiniza. O que acontece na vida real é que tem caras que veem ao mundo pra sacanear os outros e quando encontram um homem que gosta de homem, seja este gay ou hétero liberal ou bissexual, esses fdp ficam à vontade pra praticar a sua homofobia covarde, se sabe que o cara é gay, ou usam da estratégia de tirar proveito de homens que (na cabeça deles) "tem culpa no cartório".









Se você tiver a oportunidade veja o filme MEU PASSADO ME CONDENA que trata de homens gays sendo chantageados, numa época (1961) na qual no Reino Unido (Inglaterra) era crime a prática da sodomia (homossexualismo). Hoje em dia ser vítima de chantagem por conta de ser um homem que faz sexo com outro homem é só se quiser. No meu caso que sou assumido e me orgulho de ser gay issocomigo é impossível de acontecer, mas sei que muitos homens tem muito medo da exposição, principalmente em relação aos pais e irmãos.






Enfim, cada um tem que passar nesta vida por dificuldades, seja por que nem sempre dá pra se safar ou talvez seja por um karma. Ainda mais se as vítimas da vida são religiosas e consideram homem fazer sexo com homem pecado. Eu considero prazer, nunca entendi que fazer sexo com homem fosse pecado e se for, o meu inferno vai ser um céu. Mas acho que ninguém vem nesta vida pra sofrer, e se o sofrimento vier a nossa obrigação é tentar de tudo quanto é jeito tirar o cú da reta e procurar ser feliz. É isso aí.

Um comentário:

  1. Quando eroa mleque gostava de ar o cu para meus amigos, enquanto eles fudiam meu cuzinho eu batia punheta e meu caralho ficava muito duro e eu gosava muito, as vezes dava o cu até para 4 ou 5 amigos no mesmo dia e batia punheta toda vez, hoje sinto falta de gosar dando o cuzinho, mas vendo e lendo os comentáros me anima a voltr a ter o cuzinho fudido por um caralho grande e grosso

    ResponderExcluir