sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ejaculação

A ereção do pau não é um acontecimento único mas a composição de quatro estágios. Estes estágios da ereção dependem do grau de excitação do cara, pois bem, quando o cara começa a ficar excitado logo começa a haver um alongamento do seu pau (primeiro estágio da ereção).


Depois, no segundo estágio da ereção, o pau começa a inchar. Com o aumento da excitação sexual o cara vai ficando com o pau endurecido, este é o terceiro estágio da ereção. E, finalmente, no último e quarto estágio, o pau fica quente, bem aquecido.


Você percebeu então que a ereção é uma sequência de acontecimentos, sendo que na primeira fase da ereção o pau começa a se mover no sentido do comprimento. Depois no sentido da circunferência há um inchamento. O cara tanto na primeira quanto na segunda fase ainda não consegue meter no cú do seu parceiro.


Somente na terceira fase, com o endurecimento do pau, com o pau ereto e duro, é que pode-se foder. Na quarta e última fase, o cara sem o com a penetração no cú do parceiro, está com o pau ereto, duro e quente e há um fenômeno interessante: os testículos retraem para mais perto do corpo, isto é, o saco fica menor e mais contraído.


Acontece que quando o cara está muito excitado dentro já da quarta fase é fácil de haver a ejaculação. Se o cara conseguir se manter na terceira fase, ou seja, não permitir o pau ficar com a característica de estar aquecido, ele pode evitar a ejaculação. Não é pra deixar o pau ficar duraço e quente! Se ficar na fase de aquecimento do pau o momento da explosão da ejaculação pode acontecer.


Uma coisa verdadeira sobre a sexualidade masculina é que pra poder evitar ejacular é preciso prática. A prática do controle da excitação sexual. Bons amantes tem a habilidade de poder esperar o prazer do parceiro e não gozar (ejacular). Saber ir metendo no cú do parceiro e esperar ele ter o prazer dele é uma habilidade que é conseguida pelo aprendizado.


E esta habilidade é aprendida, se bem que pode e deve haver caras que tem naturalmente o poder de esperar, ir metendo e segurando o gozo (ejaculação). Mas a maioria de nós tem que aprender a não ejacular, via relaxamento. Quero dizer que temos que aprender a não chegar naquela hora da aflição e da explosão e isso é conseguido pela habilidade de desviar a energia sexual.


O segredo do "poder de esperar" é a habilidade de deixar rolar, de se desligar e ir metendo e ir usufruindo do prazer sexual. É isto que significa desviar a energia sexual: desviar a atenção como por exemplo pensar em futebol.



Outra opção é assistir vídeo do You Tube (sem conteúdo sexual ou erótico, claro). Quer mais dicas? Lembrar onde estacionou o carro ou quando será a hora de fazer a sua revisão. Cuidado, pensar em contas a serem pagas ou no colega de trabalho chato não é bom, pode dar fim a ereção, ok?


Se o cara não relaxa e desvia a atenção da meteção, dá chance da ejaculação vir. A ejaculação é um momento de explosão da energia sexual. É hora de ejacular quando não dá mais pra segurar as prazerosas contrações que acontecem dentro do corpo.


Primeiramente a próstata se contrai e descarrega um líquido que ela produz e simultaneamente os testículos descarregam os espermatozóides. O líquido da próstata e do testítulo, mais o que é produzido pelas grandulas seminais, formam o sêmen, aqui entre nós chamado de porra. São as contrações dentro do corpo que fazem esses líquidos serem descarregados na uretra, gerando uma deliciosa sensação de prazer, chamada de orgasmo masculino.


Depois desse momento de contrações vem a última parte da ejaculação, a parte mais visível, que é a da expulsão da porra. O que acontece depois você já sabe... o pau ficará mole e a foda por penetração (pelo menos para aquele cara) acabou. Os caras que sabem e tem o domínio do "poder de esperar" podem ficar mais tempo na fase de contração interna e postergar a fase de expulsão.


Ao conseguirem não ejacular podem até sentir, se prestarem atenção, as palpitações de sua próstata. Não vai sair porra mas pode sair do pau do fodedor algumas gotas de líquido transparente, é um pré-sêmen que vem da próstata e de outras glândulas. Este líquido tem a função de lubrificar a uretra, revestindo e preparando a uretra para a passagem da porra. Quando sai esse líquido do pau é indicativo que o cara está perto da fase contrátil do orgasmo.


A gala, como é chamado esse líquido pode conter espermatozóides, afinal é uma pré-ejaculação. E você sabe que prevenção é mais importante que remediar, então use camisinha quando enrabar o seu chegado. Uma coisa interessante é que se o macho fode e não goza, a porra dele tem que ir para algum lugar dentro do corpo, já que não saiu, não é mesmo? Para onde esses líquidos vão?


O corpo reabsorve, isto mesmo, o material não ejaculado fica fraco e é reabsorvido pelo organismo. Isto explica os homens que fazem vasectomia, que é a secção de canais dentro do saco impossibilitando o espermatozóide sair. Os espermatozóides ficam dentro do saco já que o canal deferente está lacrado, e sem ter para onde ir o corpo tem que absorver o esperma.


Você não deve pensar que ficar sem ejacular na relação sexual faz mal. A porra pode depois sair na polução noturna ou o cara pode bater uma punheta. Ou você pode bater uma bronha pra ele, depois que o cara meter no seu cú bem gostoso e demoradamente, se é isso o que você quer e gosta. Ou se você não quer e nem gosta mas o comedor gosta e então você, pra fazer a vontade e agradar a ele, deixa ele meter por bom tempo e, ele sabendo segurar a ejaculação, não vai expelir porra.


De qualquer forma, se na foda não acontecer ejaculação durante a penetração, pode haver depois, por exemplo, com carinhos e beijos, no esfrega e rola, que é um momento prazeroso e de intimidade. Mas imagine que vocês transaram e o cara não ejaculou a porra dele, o que pode acontecer é do cara sentir uma sensação de congestionamento de porra. A abundância de espermatozóides produz a sensação de congestão no saco. Sabia que uma massagem no saco pode aliviar este mal estar?


A massagem dos testículos faz com que o sangue circule neles, fazendo que eles fiquem calmos e saudáveis. Basicamente é segurar uma bola com o dedo polegar e indicador e dando uns empurrões de leve, mas não tão de leve, e nem tão bruscamente que cause dor ou incômodo. Você deve colocar o pau para a esquerda e deixar mais visível e liberado o saco. Fazer os cutucões. Depois você vira o pau para a direita e deixa o outro testículo mais visível. Agora faça alguns cutucões na bola da direita.



Por fim a massagem é feita com o pau para cima. Segure a cabeça ou a parte da ponta do pau com uma mão e com a outra mão, ou melhor, com o dedo indicador dessa mão que está sobre o saco, faça uns cutucões sobre várias partes da bola de um lado do saco. Troque de mãos, as mãos foram trocadas, ok, então você faz a massagem no testículo, o outro.



Quero salientar que essas informações acima sobre a massagem no saco não são orientações médicas. Se você tem algum prejuízo no seu saco, ou o seu parceiro diz que o saco dele tem algum problema, vá ao médico. Somente um médico pode recomendar a correta manipulação dos testículos. Esse site é de pornografia e não é definitivamente científico, muito menos médico. 




Estou publicando esse texto sobre ejaculação com base num livro que eu li e se você, ou alguém com quem você comente sobre o meu blog, quiser informações médicas, vá a um Urologista, ok? Informar melhor indicará, no mínimo, um respeito de você para com você mesmo, ou de você para com o seu parceiro sexual.



Nenhum comentário:

Postar um comentário