sábado, 31 de dezembro de 2011

Héteros transam com gay

Eu por experiência própria sei que nem sempre transei com gay, explico: eu sou gay e gosto de transar no tipo "versátil", ou seja, eu dou e eu como, tanto faz. Na verdade, prefiro levar uma toba na bunda. E eu sei também que já transei com muitos gays e também já transei com héteros, só que estes foram poucos.


Há uma simplificação excessiva ao se tratar de sexo entre homens. A ideia comum é que se um cara transa com outro, ele é gay. Acho isso muito simplista. Gosto mais de pensar que o que de fato existe é um pau querendo um cú, tanto faz se esse pau pertence a um hétero ou esse pau é de um gay ativo (ou versátil).


Sexo é uma necessidade fisiológica de modo que o que importa é estar metendo. A realidade é que tem caras que tem namoradas ou esposas e saem por aí à procura de gays ou travestis.


Eles, cheios de tesão com vontade de meter, não querem esperar o momento que a namorada ou esposa querem dar pra eles. Eles colocam o pau em qualquer buraco, pelo menos aqueles que não são hipócritas e bitolados fazem isso.


Os héteros com mente mais aberta preferem gays pra serem ativos, isto é, comerem a bunda do cara. Mas tem héteros que chegam a fazer boquete e até levam uma vara, nesse caso é mais provável que escolham um travesti para comerem eles. Cada cara é um caso particular, não estou dizendo, portanto, que "é assim", estou dizendo que "pode ser assim".


É só ouvir as conversas que se ouve no mundo gay para saber que tem héteros que comem e dão. E não fazem isso por falta de mulher, fazem porque querem dar uma gozada, não importa como. Poderia ser mais frequente se o Brasil não fosse um país tão machista.


Mesmo com toda a falsa moralidade que tem por ai, quando o cara entra na seca, ô meu, ele vai procurar um buraco e talvez seja o de um gay. Para ele o ato de meter é coisa passageira, algo que aconteceu, ele não vai se achar gay por causa disso.


Para se satisfazer o cara que é hétero pode achar um gay e comer ele, passada a sessão de sexo ele volta pro seu mundo de hétero. Pra ele foi só sexo, nada mais. Com a oferta de cara querendo levar uma rola na bunda, fica tudo facinho, facinho.


Alguns homens vão continuar indo pro motel com outros homens e continuarão se achando héteros. Alguém pode rotular esse tipo de cara de gay enrustido ou bissexual, mas para o cara ele é somente um hétero que traçou um viado, eles gostam é de mulher.


Sexo é diversão, sexo é solução. Afinal todo mundo é livre para experimentar o que quiser, realmente é um tipo de preconceito que tem tem para com o hétero que transa com gay. A Internet tem tantos vídeos de sacanagens envolvendo homem com homem, que pra sair do virtual e ir pro real, pro hétero não falta muito. É só querer por em prática as aulas que tem nos xis tubes da vida.


Dependendo do hétero ele só vai permitir que o gay faça um boquete, nada de beijo e abraço, que pra ele são coisas impensáveis de se fazer com outro homem. Outros héteros já se jogam na masturbação mútua, chegando até a pegar no pau do outro cara enquanto o cara bate uma no seu pau. 



Outros héteros preferem só fazer a penetração anal. Outros podem partir para o 69. Tudo vai depender do grau de aceitação da proximidade, contato, intimidade que ele permite ter com outro cara.


Eu vi um texto na Internet que comentava uma pesquisa que revelava que alguns héteros diziam que transavam com gays e isso era apenas uma forma de gozar e que não interferia na sua sexualidade.



Desde que não houvesse envolvimento com o gay, não tinha nada a ver a coisa de comer gay. Contudo, dar o seu toba, isso é viadagem e coisa que hétero nem pensa em fazer! A ideia que fica, portanto é que o hétero é aquele que come (mulher ou homem), somente come, jamais dá.



Também coisa que hétero não faz é carinho em outro homem. Beijo na boca, cafuné, mãos dadas, dormir abraçado... nem pensar! Com mulher o hétero permite esse tipo de envolvimento, mas com outro cara, ele procura outro cara é pra aliviar o tesão, só isso. Se é pra isso, pra que ficar "explorando" o corpo do cara???


Na Europa, o sociólogo Daniel Welzer-Lang publicou um livro (Os homens também mudam) sobre uma pesquisa com um grupo extenso de homens héteros. Descobriu-se que 61% dos héteros consideraram real a possibilidade de fazer sexo com outros homens.



Eu já tive oportunidade de estar com homens iguais a esses da pesquisa, que se achavam bem resolvidos sexualmente e que me foderam com tranquilidade, sem nóias, sem rótulos, sem questionamentos.


Esse tipo de héteros resolvidos sexualmente faz parte do "sonho de consumo" de muitos gays. Gay querendo transar com hétero é uma tara bem comum, quero dizer, com esse tipo de hétero resolvido sexualmente. Se não for do tipo "resolvido sexualmente" o gay vai levar é um fora bem dado, se não for o caso de levar é uns tabefes dos bons.


Como foi dito, transar com hétero é o desejo da maioria dos gays afinal querem sentir a virilidade de um macho. Pra convencer um hétero indeciso a transar com um gay (você!?) a tática indicada não é ir ponto a mão. Se quiser afastá-lo, fique pegajosa! A tática correta é... CONVERSAR!!! E dizer a verdade, sempre, nunca tente passar um 171 neles.


Hétero geralmente é de poucas palavras, portanto vá direto ao ponto, diga pra ele certas verdades, mas com naturalidade, sem intenção de convencer. Aliás, ninguém precisa ser convencido de aceitar a verdade. Primeira verdade que você deve conversar com ele: mulher não sabe chupar um cacete e até tem certo nojo, gay é que sabe chupar um cacete.



Segunda verdade: mulher não sabe e até não gosta de dar o cú, gay sabe e gosta. Gay tem prazer em dar o cú e a natureza sabe o que faz, se mulher tivesse próstata talvez, talvez, chegasse perto do prazer que um gay tem ao levar a jeba no cú.



Terceira verdade: se o hétero não quiser ver o "viado" de novo, tá encerrado o assunto, mas mulher não é bem assim, elas querem que o hétero ligue no dia seguinte, ficam achando que o cara tem certa obrigação de revê-las. Com gay não é nada disso, o hétero comeu, gozou, e... acabou! A fila anda, pros dois! Aquela foda foi só um quebra-galho!



Quarta verdade: mulher não faz chuca, bicha esperta faz chuca e até depila o fiofó. É uma mentira, provavelmente disseminada pelas mulheres, que cú de gay é cheio de bosta. Porque é que um gay iria querer passar o cheque num hétero? Hétero tá acostumado a comer buceta e eles acham que buceta é limpo, pois cú de viado é muito mais limpo que buceta, com certeza, pois então diga isso a ele!



Quinta verdade: mulher não engole todo o cacete, fica com frescura. Gay engole tudo, pela boca e pela bunda. E não reclama que não está sendo satisfeito já nos primeiros 10 minutos, ou até antes como mulher faz. Gay não tem luta feminista por direitos iguais, gay sabe  liberar a boca e o cú porque sabe que quem gosta de cú é rola.



Sexta verdade: hétero pode meter sem dó no cú do passivo e ninguém vai ficar sabendo depois que sofreu. Mas mulher com certeza vai contar pras amigas que o cara judiou ou fez coisas "erradas". Gay até agradece levar uma surra de pica, mulher não.



Sétima verdade: cú é mais apertado que buceta, e cú de homem é mais apertado que de mulher porque a bunda do homem é mais dura que a de mulher, logo o cú do passivo tende a ficar mais firme que o de mulher, não fica balançando na celulite!



Oitava verdade: hétero pra chegar no ponto de comer a buceta demora um tempão pra fazer a mulher decidir a dar. Já gay não tem isso, o hétero dá um sinal que tá a fim de meter a rola naquele buraco e o gay já parte pros finalmentes. Gay não fica fazendo perder a paciência e o tempo, senão o dinheiro, do hétero. O que gay quer é dar a bunda, pra que fazer o hétero perder tempo e dinheiro?



Nona verdade: se o hétero quer comer um cú não precisa ficar beijando boca orelha pescoço, não precisa chupar o grelo da perereca, nem beijar e mordiscar seios. Gay não quer nada disso, essas preliminares são perfeitamente dispensáveis, enquanto pra mulher não. O hétero só tem que colocar o pau no cú do gay e fazer vai-e-vem até gozar, não precisa nem tocar no pau do cara passivo se não quiser, não precisa tocar em outro lugar nenhum, se não quiser. 



Décima verdade (tem mil outras mas vou parar nesta décima): gay não tem interesse nos amigos e família do hétero. Gay quer discrição, dá o cú pro hétero e não quer que os amigos e família dele saibam. Mulher vai fazer de tudo pra agarrar o hétero, se precisar mulher faz pressão nos amigos e na família do hétero. E se a mulher for vingativa, ai fica mil vezes pior, vai envenenar e infernizar amigos e familiares do hétero.









Esta é a última postagem do meu blog em 2011. Gostaria de dizer muito obrigado a todos que me honraram com sua visita!