domingo, 15 de agosto de 2010

Alguma coisa aconteceu

Andei sem escrever, alguma coisa aconteceu. Este primeiro semestre de 2010 foi muito estressante para mim, tanto com relação às coisas boas e às más que aconteceram. Meu cachorro Thor morreu com 15 anos e 6 meses e meu TCC foi muito complexo. Quando a gente ama alguma coisa ou alguém a gente fica disposto a encarar fortes emoções.

video

Meu cachorro dálmata morreu por eutanásia uma vez que não tinha mais condições de suportar o sofrimento de viver quase cego, surdo, sem ficar em pé, mijando e cagando dormindo. Para dar uma volta eu tinha que segurar ele nos seus 30 a 35 quilos e passear pelo jardim de casa. Ele me reconhecia e assim sendo balançava o rabo, no mais estava isolado do mundo. Tenha gatos e estes aproximavam-se dele, de alguma forma ele percebia os gatos porém nos últimos dias de vida já nem sabia ou percebia mais eles. A idade e as restrições que a idade traz são muito ruins para a usufruição da vida. É triste decidir pela morte de um ser querido, mas foi inevitável.



Na faculdade me propus realizar um trabalho de conclusão de curso de ótimo nível e para tanto li e pensei muito a fim de possibilitar um trabalho com conteúdo original e que gerasse um conhecimento novo e útil. Deixei de ir à piscina e à musculação, até cheguei a beber umas cervejinhas a menos e de entrar na Internet. Certamente cheguei a um excelente TCC e fiquei muito satisfeito comigo. Eu levo muito a sério fazer as coisas bem feitas, acho que a vida não é brincadeira. Tem uma frase que gosto muito: A vida não é um dia de festa nem um dia de dor, é somente um dia de trabalho. Enquanto você vai trabalhando a sua vida as alegrias e as dores vão acontecendo, "faz parte", o importante é que você continue a viver.



De qualquer modo fiquei cansado demais, quando isso acontece mentalmente é muito pior que fisicamente, você pode imaginar? Dei uma parada, uma freada na minha vida, esperando que os esforços com Thor e TCC ficassem no passado. É incrível como coisas que aconteceram conseguem parecer continuar ainda e te impedindo de ir para a frente. Mas agora em agosto estou revigorado e definitivamente o passado não tem mais o peso que tinha antes, assim como as coisas boas que aconteceram, as coisas ruim também não existem, não tem poder de afetar o meu presente.




São fases da vida: As responsabilidades surgem às pencas, não dão fôlego não! Você tem que ter na mente que isso passa, a vida é feita de mudanças. Se você estiver no sufoco enquanto faz algo de bom para melhorar a sua vida, espere depois aproveitar os benefícios da sua luta. Se você fez o melhor e não deu em nada depois, paciência, afinal não dá pra só ter sorte na vida, não é normal esperar que tudo dê certo, você sabe que há probabilidades em tudo na vida. Por isso, meu querido, veja tudo positivamente crendo que até seus erros e acertos não são outra coisa que resultados de você estar vivendo a sua vida. Isto é o realmente conta: viva a sua vida e tudo o que vier é lucro. Não há nada mais triste do que um dia a gente olhar pra trás e ver que não fizemos porra nenhuma...


Nenhum comentário:

Postar um comentário