terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Filmes de temática gay

Há filmes gays que redomendo você assistir pela sensibilidade que foram produzidos, colocando o questão de ser gay um fato social e histórico que não há mais como "por debaixo do tapete". Até para você valorizar que a liberdade que você tem hoje de ser gay, mesmo no armário, foi conseguida com muito sofrimento e audácia. O primeiro filme que indico a você assistir é DELICADA RELAÇÃO, um filme israelense lançado em 2002.

Baseado numa história real, Delicada Relação retrata o caso de amor entre oficiais israelenses que estão servindo numa base na fronteira de Israel e o Líbano. Eles são comandantes, estão apaixonados, e tentam encontrar um lugar para si próprios em meio a um sistema opressivo e rigoroso, que os leva a defender uma causa na qual não necessariamente acreditam.

Yossi, o comandante da companhia, é um cara introvertido e do tipo "integrado ao sistema". Jagger, o comandante do pelotão, é um sujeito aberto e bem mais liberado. Ele também é o astro da companhia. Yossi está absolutamente determinado a manter o caso em segredo, enquanto Jagger, que está prestes a deixar o serviço militar, acha que Yossi deve deixar o exército e partir com ele. Pouco tempo antes de partirem para uma perigosa emboscada, a tensão entre os amantes vai aumentando e torna-se quase explosiva.

"Delicada Relação" retrata de forma corajosa, genuína, divertida e às vezes até dolorosa, o complicado tema que é o homossexualismo nas forças armadas.

Também retrata a trágica estrutura de vida de jovens israelenses hoje em dia. O filme apresenta um conjunto encantador de jovens homens e mulheres, que deveriam, a essa altura de suas vidas, estar dançando, estudando e amando. Ao invés disso, devido ao serviço militar obrigatório e à complicada situação na região, eles são obrigados a devotar seus anos mais belos a seu país, para serem soldados, para matar e serem mortos.

Em "Delicada Relação" você poderá ver um chef que encontra prazer na culinária gourmet, um soldado que acredita em reencarnação e duas mulheres que tentam sobreviver no mundo dos homens. Mostrando os detalhes aparentes da vida dos comandantes e seus soldados, os criadores do filme enfatizam a situação distorcida na qual esses homens e mulheres são forçados a viver e morrer.



Outro filme imperdível é BENT, filme inglês lançado em 1977. Adaptação para o cinema da famosa peça de Martin Sherman sobre a vida dos homossexuais na época áurea do nazismo. No centro de tudo, o drama de Max (Clive Owen) e Rudi (Brian Webber), casal de namorados que vai para o interior tentando fugir da perseguiçào de Hitler. São capturados, Rudi é morto e Max vai parar no campo de concentração. Ele tem problemas em se assumir e na prisão entra em contato com o politizado Horst (Lothaire Blutheau), que traz no uniforme o triângulo rosa, maneira como os nazistas identificam homossexuais. Enquanto Delicada Relação é mais pra romântico Bent é um filme angustiante, ou então, profundo e questionador.



E por fim, indico A BOLHA, outro filme israelense de 2006, inclusive o ator principal é também ator principal em Delicada Relação. O nome A Bolha vem do fato que a cidade de Tel Aviv é apelidada pelos israelenses de "Bolha". O termo é uma forma pejorativa de tratamento dispensado aos habitantes locais, acusados de viverem afastados da realidade, alheios aos problemas que os cercam no dia-a-dia de convivência com os palestinos. Antes de ser um filme destinado ao público gay, é um filme que trata de política e humanidade. Tel Aviv é o cenário deste filme onde os homossexuais Noam (Ohad Knoller), Yali (Alon Friedman), e a hétero Lulu (Daniela Virtzer) vivem.

É a partir desse reduto, espécie de universo paralelo em meio aos conflitos da região envolvem palestinos e judeus. Os homossexuais que vivem em Tel Aviv não enfrentam problemas quanto ao fato de serem gays na cidade. Surpreendentemente, Tel Aviv se tornou uma terra que acolhe homossexuais do mundo inteiro. Mas não foi sempre assim, e nos territórios palestinos não há essa abertura e os homossexuais são reprimidos e desrespeitados, e no geral, a juventude palestina, e a de Israel, é desperançosa com a situação de guerra e terrorismo, porém não consegue reverter a situação. O filme mostra alguns elementos dessa juventude que querem mudar esta situação, infelizmente o filme reserva um final trágico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário